A VOLTA DE INDIANA JONES… OPS, FOI MAL… UNCHARTED 2 – AMONG THIEVES

15/04/2018

Uncharted 2: Among Thieves é um jogo eletrônico de ação/aventura desenvolvimento pela Naughty Dog e publicado pela Sony Computer Entertainment. Ele foi lançado exclusivamente para o PlayStation 3 em outubro de 2009, sendo uma sequência de Uncharted: Drake’s Fortune.
O primeiro jogo, lançado em 2007 pela Naughty Dog contava com um sistema semelhante ao do clássico Tomb Raider, mas com vários recursos novos que fez dele um game campeão. Ele fez história com seus gráficos realistas e com o seu enredo ao melhor estilo dos filmes dos anos 80 de Hollywood, considerados por muitos até como um “filme jogável“.
A Naughty Dog, que não é boba nem nada, aproveitou o burburinho que o primeiro jogo causou e logo anunciou a produção de sua sequência que causou um enorme hype nos gamers de todo o planeta. Uncharted 2 possui gráficos impressionantes, com recursos que o tornam ainda mais incrível que o primeiro. Ele reinventou a fórmula do original e agora temos um jogo mais profundo, com uma história mais carismática e desenvolvida, com pitadas de aventura, ação, romance, puzzles, tensão, adrenalina, drama, humor, uma trilha sonora fantástica e muitas outras coisas que fazem dele um peso-pesado no PS3 ao lado de jogos como Metal Gear Solid 4 e BioShock.

HISTÓRIA

Uncharted 2 tem o mesmo protagonista do game anterior: Nathan Drake, um jovem explorador no melhor estilo Indiana Jones. A nova aventura envolve as viagens marítimas históricas de Marco Polo que, segundo a lenda, saiu da China com uma frota de 14 navios em 1292 em direção à Persia, mas havia apenas um deles com 18 sobreviventes quando chegou ao seu destino um ano e meio depois. Marco Polo nunca revelou o que aconteceu com os outros navios perdidos. Nathan vê neste momento histórico um potencial para achar muitos tesouros na frota perdida, mas acaba descobrindo que Polo tinha um segredo muito maior: ele tinha uma expedição secreta com o objetivo de encontrar a mítica cidade de Shangri-La, que possui a legendária Pedra Cintamani, uma joia espiritual que realizará todos os desejos de quem a possuir. Drake então segue a trilha (de mais de 700 anos) de Marco Polo, passando por diversos lugares exóticos para descobrir a cidade perdida de Shangri-La. Acompanhando-o em sua nova aventura, temos a candidata a nova musa dos games, a bela morena Chloe Fraser, velha amiga de Drake e tão hábil no gatilho e na ação quanto ele. Elena e Sully estão de volta ao grupo do caçador de tesouros e, como não podia faltar, um criminoso psicótico chamado Zorin Lazarevic… que também está atrás da joia e fará qualquer coisa para obtê-la.

GRÁFICOS E SOM

Uncharted 2 apresenta os gráficos e visuais mais sensacionais, fantásticos, incríveis e maravilhosos… e estes adjetivos são poucos para defini-los. O grau de realismo é imenso: é tudo muito perfeito, detalhado, numeroso e colorido. Os cenários são muito bem feitos e primam pela sua beleza: é uma obra-prima visual. Os designs e animações dos personagens possuem uma movimentação muito realística: as feições dos rostos, detalhes das roupas, fios de cabelo… tudo é muito real e crível, especialmente nas cutscenes. Eu poderia ficar horas e horas falando sobre a perfeição dos gráficos, mas acho que você já entendeu o recado, né? Então vamos adiante…
A parte sonora é tão rica e bem trabalhada quanto o visual e os gráficos, fazendo o seu trabalho de imersão do jogador no game. Efeitos sonoros como explosões, cenário, as diversas armas… é tudo muito bem feito e de bom gosto.
As dublagens estão perfeitas. Os dubladores estão de parabéns, pois conseguiram fazer um trabalho sólido,
passando as emoções certas como raiva, ternura, humor, drama e vários outros, na medida e momento certo
(há a opção de dublagem em português de Portugal, mas eu achei muito estranho – portugueses certamente irão apreciar mais).

JOGABILIDADE

A jogabilidade foi toda aperfeiçoada, principalmente a respeito dos ângulos de câmeras. Quando você estiver escalando ou se escondendo em partes do cenário, raras vezes a câmera irá atrapalhar. Drake é bastante ágil, bastando pressionar um botão para o herói fazer suas performances acrobáticas. A jogabilidade é muito bem empregada e fluída, especialmente nas partes de ação com armas e tiros. Há também as sequências de plataformas, mas são bem tranquilas, lineares e intuitivas. Existem vários puzzles que não vão dar muito trabalho e vastos cenários como selvas e cidades com muitas opções de exploração.
O fator replay é alto, pois, após o término do jogo, são destravados vários itens e artefatos que foram colecionados durante o game como roupas, armas, videos, artworks e imagens.

“Uncharted 2: Among Thieves” veio para redefinir a história dos videogames, separando entre antes e depois. São jogos como este que fazem você pensar “como é bom jogar videogame”. Enfim, é desde já uma obra-prima para o Playstation 3 e  para o mundo dos games em geral.

Versus Podcast © 2017