O OBJETIVO DESTA GUERRA É APENAS UM… SE DIVERTIR | ADVANCE WARS

20/05/2019

 

Advance Wars é um jogo de estratégia militar por turnos, desenvolvido para o Game Boy Advance pela Intelligent Systems e publicado pela Nintendo em 2001. Advance Wars foi o primeiro título da série “Nintendo Wars” a ser lançado fora do Japão. Consequentemente, foi o responsável pela popularização da franquia no Ocidente, além de ser um dos primeiros títulos do gênero a surgir em um portátil.

HISTÓRIA

A história é bem simples, considerando que este é um jogo de estratégia… Você é um consultor militar da nação Red Star que está em guerra com outra nação chamada Blue Moon. Ao longo da campanha, serão revelados outros países que entram no conflito e, no final, todos se unem para combater o inimigo comum…

GAMEPLAY

O jogador faz o papel de um comandante oficial (“CO”) em um exército. Cada “CO” é bom em alguma coisa (Andy é mais balanceado no uso das unidades enquanto Max possui mais poder de fogo).

Cada “CO” possui uma habilidade especial, que vai sendo carregada conforme você ou o inimigo “tomam” dano. Elas podem virar completamente o jogo (Andy tem a habilidade de reparar todas as unidades, adicionando 2 pontos de HP e melhorando um pouco o ataque e a defesa, enquanto Max, por ser focado em ataques diretos, aumenta o ataque de suas tropas, conseguindo derrotar o inimigo com um tiro de MdTank). Conhecer bem os seus comandantes ajuda a fazer um bom uso destas habilidades.
Na campanha solo dos jogos de Advance Wars cada nível consiste em um novo mapa com um “CO” desafiando você para a guerra. Geralmente a vitória é conseguida quando todas as unidades do oponente são destruídas ou seu quartel general é capturado, mas algumas vezes uma nova condição de vitória é aplicada.

Os recursos disponíveis incluem infantaria, tanques, artilharia e outras unidades militares. No começo de cada turno, os jogadores recebem uma quantidade de dinheiro, baseada em quantas cidades ou bases forem capturadas na jogatina, que podem ser gastos dentro de uma fábrica no mapa em que se está jogando para se construir unidades novas. Entretanto… cada fábrica só pode ser usada para construções militares uma vez por turno e cada unidade recém construída só poderá ser movida no turno seguinte.
Existem também diversos tipos de terrenos que interferem nas batalhas. As florestas, montanhas e prédios oferecem defesas as unidades que estiverem posicionadas nestes terrenos. Se você souber usar estes dois elementos adequadamente é vitória na certa!

OS MODOS DO JOGO

  • Campanha: contém o eixo principal onde a da história e desenvolve. Este modo apresenta 22 missões (8 delas são secretas). É necessário terminar o jogo três vezes para abrir todas as missões.
  • War Room: aqui é possível jogar em busca de recordes.
  • Modo Multiplayer: além de jogar até 4 pessoas, é possível desenhar mapas.
  • Modo tutorial: essencial para inexperientes que precisam aprender sobre terrenos e unidades.
  • Uma loja do Hachi, para comprar mais mapas e roupas alternativas para os COs e o registro de tudo o que foi feito no jogo… Por exemplo: número de determinadas unidades criadas, eliminadas, números de construções tomadas… Já dá pra perceber que o replay do jogo é gigantesco.

GRÁFICOS E SONS

Os gráficos são muito bonitos para uma plataforma de Game Boy Advance. Eles parecem desenhos de anime, o que deixa os personagens muito carismáticos. Mas, apesar de ser um jogo de guerra, ele é bastante colorido… Os mapas são simples, porém bem desenhados e as animações do poder de um CO são maravilhosas!

A trilha sonora do jogo não é muito variada: o jogador apenas irá ouvir os temas específicos de cada CO, o que é bem limitado, já que o jogo possui poucos deles.

De qualquer maneira, tanto os gráficos quanto a trilha sonora cumprem bem o seu papel!

A SÉRIE “NINTENDO WARS ”

  • Famicom Wars (NES, 1988, somente no Japão).
  • Game Boy Wars (GB, 1990, somente no Japão).
  • Game Boy Wars Turbo (GB, 1997, somente no Japão).
  • Super Famicom Wars (SNES, 1998, somente no Japão).
  • Game Boy Wars 2 (GB, 1998, somente no Japão).
  • Game Boy Wars 3 (GBC, 2001, somente no Japão).
  • Advance Wars (GBA, 2001).
  • Advance Wars 2: Black Hole Rising (GBA, 2003).
  • Game Boy Wars Advance 1+2 (GBA, 2004, somente no Japão).
  • Advance Wars: Dual Strike (DS, 2005).
  • Battalion Wars (GC, 2005).
  • Battalion Wars 2 (Wii, 2007).
  • Advance Wars: Days of Ruin (DS, 2008).

DICAS

1. Depois que você completar todas as missões no campo de treino, poderá desbloquear novos modos de jogo. São eles: War Room, Campaing, Design Maps e Stats.

2. Para desbloquear o modo difícil de jogo (Hard Mode), basta que você segure Select e aperte em cima do modo Campaing na tela de opções.

CONCLUSÃO

Advance Wars é um excelente jogo de estratégia, possuindo vários modos a serem escolhidos, além de personagens únicos e carismáticos. A campanha é um pouco curta, mas existe um modo hard chamado Advance Campaign com inimigos mais fortes, aumentando assim o desafio.
Apesar de ser lançado para um portátil, este não é um jogo simples. Muito pelo contrário: o game possui certa complexidade, tanto que é obrigatório passar pelo modo tutorial primeiro. Pode-se criar várias estratégias utilizando o máximo das vantagens do mapa e da habilidade do CO.
Recomendo para quem já conhece outros títulos do mesmo gênero, como Final Fantasy Tatics, Fire Emblem ou Shinning Force! Advance Wars é um clássico jogo de estratégia… para o pequeno grande portátil da Nintendo!

 

Por falar em jogos de estratégia, já leu nosso post sobre Namco x Capcom? Leia Já:

UM ÉPICO CROSSOVER ENTRE GIGANTES | NAMCO X CAPCOM

 

Quem quiser pode curtir e seguir o Versus podcast nas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/vspodcastbr/
Twitter: https://twitter.com/vspodcastbr
Instagram: https://www.instagram.com/vspodcastbr/

Versus Podcast © 2017
%d blogueiros gostam disto: