O TERROR ESTÁ DE VOLTA! THE EVIL WITHIN! (XBOX 360)

23/01/2018

The Evil Within é uma obra desenvolvida pelo Tango Gameworks, o estúdio de Shinji Mikami, criador da série Resident Evil. Distribuído pela Bethesda Softworks, a jornada sobrenatural de Sebastian Castellanos é um verdadeiro presente aos fãs de terror que, desde Resident Evil 4, não sabem o significado da palavra tensão. Em The Evil Within, você assume o papel de Sebastian Castellanos, um dos melhores detetives de Krimson City, cujo objetivo é investigar uma série de homicídios na cabalística clínica psiquiátrica, conhecida como Beacon Mental Hospital. Não pense que você ficará o jogo inteiro trancafiado com bizarras criaturas em apenas um local. Aqui, Castellanos tentará escapar através de florestas escuras, vilarejos e, é claro, uma sala de tortura habitada por um previsível açougueiro que afia seus instrumentos em tripas humanas.

Aliás, o game usa e abusa dos principais clichês vistos em jogos e filmes de terror, como seres infectados e desfigurados, manequins à la Silent Hill e inúmeros corpos suspensos banhados de sangue. Quanto ao gameplay, também apresenta alguns elementos de sobrevivência e stealth semelhantes aos que fizeram sucesso em The Last of Us.
Se o último grande sucesso de Mikami era generoso ao oferecer munições e armamentos, aqui, Castellanos precisa conviver com a escassez de suprimentos. Alguns itens, como munições, fósforos (que servem para atear fogo nos inimigos, evitando que eles voltem à vida) e seringas, estão muito bem escondidos nos ambientes lineares, portanto, é necessário explorá-los minuciosamente.

 

Não se engane: Castellanos é um detetive comum, sem superpoderes ou habilidades especiais e, por isso, não consegue trocar socos com criaturas sobrenaturais sem levar a pior. Todos os confrontos são intensos, desafiadores e usar a cabeça é realmente uma necessidade para ficar vivo. O detetive também pode posicionar estrategicamente algumas armadilhas capazes de finalizar hordas de seres grotescos de uma só vez.

 

O game conta com quatro DLCs, sendo que três delas fazem parte do enredo e uma outra que é pra “facilitar” a vida do jogador, já que o game apresenta um nível alto de desafio. Vamos a elas :

 

 

 

DLC 1 – The Assignment:
O conteúdo traz uma nova personagem jogável, a detetive Julie Kidman, parceira do protagonista Sebastian Castellanos. Focado na narrativa, o DLC gira em torno da história de Julie durante os eventos de The Evil Within e revela suas reais motivações, além da conexão com a organização antagonista Mobius.

 

DLC 2 – The Consequence:
Retoma o lugar onde The Assignment deixou, ao mesmo tempo em que forneceu uma conclusão definitiva sobre essa história paralela da detetive Julie Kidman.

 

DLC 3 – The Executioner:
Coloca o jogador no lugar do temido Guardião, o homem controlando suas ações e as circunstâncias que envolvem seu envolvimento no projeto. Em particular, adota uma perspectiva de primeira pessoa em vez da visão tradicional da câmera do ombro.

 

DLC 4 – The Fighting Chance Pack:
É um complemento exclusivo para edições especiais. O Pacote Inclui os seguintes itens:
-Medical Kit
-Double Barrel Shotgun
-Incendiary Agony Bolt
-Poison Agony Bolt
-GreenGel 5,000

 

The Evil Within é, na minha opinião, o jogo mais aterrorizante e desafiador lançado em 2014. Ainda que a primorosa obra de Mikami possua elementos que estacionaram no passado, ela é uma daquelas experiências que conseguem manter o jogador grudado na tela durante horas
(jogando com a luz acesa, é claro), seja pela sua atmosfera claustrofóbica ou simplesmente pela oportunidade de relembrar as mecânicas que consagraram o gênero survival horror.

Versus Podcast © 2017