UMA HORRIPILANTE MISTURA DE RESIDENT EVIL COM SILENT HILL | THE EVIL WITHIN (PS4)

05/10/2018

 

The Evil Within, conhecido no Japão como Psychobreak, é um jogo do gênero survival horror desenvolvido pela Tango Gameworks (o novíssimo estúdio de Shinji Mikami, criador da série Resident Evil) e publicado pela Bethesda Softworks. Foi lançado dia 14 de outubro de 2014 na América do Norte, 16 de outubro na Austrália e 18 de outubro nos Estados Unidos.

HISTÓRIA

A história do jogo se passa na cidade fictícia de Krimson City, nos Estados Unidos. Após um chamado de emergência da polícia no hospício Beacon Mental Hospital, o detetive veterano Sebastian Castellanos, junto com seu parceiro Joseph e sua equipe, vão até o lugar para averiguar o que estava acontecendo. Ao chegarem lá, se deparam com um local pós massacre: eles encontram praticamente todos os pacientes, enfermeiros e médicos mortos. Ao checarem as câmeras de segurança em busca de saber o que realmente aconteceu naquele lugar, eles descobrem que algo fora do comum e da realidade convencional tomou posse do local e causou o massacre. Antes mesmo de sair dali, Sebastian é atacado por uma força desconhecida e fica inconsciente.

Sebastian acorda em uma realidade totalmente distorcida e perversa, pendurado de cabeça para baixo, em uma espécie de abatedouro humano. Ao recobrar a consciência, o detetive tenta sair do local, mas passa a ser perseguido por um sádico com uma serra elétrica. Agora caberá a Sebastian buscar respostas e tentar sobreviver…

GAMEPLAY

Não pense que você ficará o jogo inteiro trancafiado com bizarras criaturas em apenas um local. Aqui, Castellanos tentará escapar através da cidade (ou o que sobrou dela), florestas escuras, vilarejos e, é claro, uma sala de tortura habitada por um sádico açougueiro que afia seus instrumentos em tripas humanas. Aliás, o game usa e abusa dos principais clichês vistos em jogos e filmes de terror, como seres infectados e desfigurados, manequins a la Silent Hill e inúmeros corpos suspensos banhados de sangue.
Também há alguns elementos de sobrevivência e stealth semelhantes aos que fizeram sucesso em The Last of Us. Se Resident Evil é supergeneroso ao oferecer munições e armamentos, aqui Castellanos tem que conviver com a escassez de suprimentos. Além de pouquíssimas munições, também há os fósforos, que servem para atear fogo nos inimigos, evitando que eles voltem à vida. As seringas e kit médicos servem para recuperar a energia do personagem e estão muito bem escondidas no cenário, sendo necessário explorá-los minuciosamente.
Castellanos é um detetive comum, sem superpoderes ou habilidades especiais e, por isso, não consegue trocar socos com criaturas sobrenaturais sem levar a pior. O detetive também pode posicionar algumas armadilhas no ambiente onde ele está (elas são capazes de finalizar hordas de seres grotescos de uma só vez). Uma das principais coisas a se tomar cuidado é com a sua barra de stamina pois, devido a Castellanos ser fumante, ele tem pouco fôlego e se cansa muito rápido.
O maior mérito de The Evil Within é saber dosar tudo e usar de maneira estratégica.

GRÁFICOS E SONS

Os gráficos do jogo são excelentes, muito bem polidos e sombrios. Tem sangue para todo lado e momentos de arrepiar em lugares mórbidos. A variedade de inimigos é muito boa e as criaturas são tão bem construídas que demonstram muita dor apenas com a sua aparência bizarra.

A trilha sonora é o quesito que atinge a maestria, pois é muito pesada… tensa! A música consegue te trazer medo, tensão e te deixa alerta o tempo todo! O único momento em que ela traz a sensação de tranquilidade e paz é quando se ouve uma música característica de um gramofone, que é quando você sabe que está na hora de “respirar” e salvar o jogo.

PRINCIPAIS PERSONAGENS

  • Sebastian Castellanos: um detetive veterano inabalável que carrega consigo um passado triste.
  • Ruvik: o principal vilão do jogo. O terror da trama gira em torno de sua mente.
  • Joseph Oda: detetive, parceiro e um dos poucos amigos de Sebastian.
  • Juli Kidman: detetive recém transferida para ser parceira de Sebastian e Joseph.
  • Marcelo Jimenez: um dos principais médicos do Beacon Mental Hospital.
  • Leslie Withers: paciente de Beacon Mental Hospital com um envolvimento fundamental no jogo.
  • Tatiana Gutierrez: enfermeira de Beacon Mental Hospital. Ela orienta Sebastian a respeito das realidades que o jogo apresenta.

CONTEÚDOS ADICIONAIS (DLCS)

O game conta com 4 DLCs, sendo que 3 deles fazem parte do enredo e o outro “facilita” a vida do jogar, já que o game apresenta um nível alto de desafio. Eles são os seguintes:

  • The Assignment: o conteúdo traz uma nova personagem jogável, a detetive Julie Kidman, parceira do protagonista Sebastian Castellanos. Focado na narrativa, o DLC gira em torno da história de Julie durante os eventos de The Evil Within e revela suas reais motivações, além da conexão com a organização antagonista Mobius.
  • The Consequence: retoma o lugar onde The Assignment deixou, ao mesmo tempo em que fornece uma conclusão definitiva sobre essa história paralela da detetive Julie Kidman.
  • The Executioner: coloca o jogador no lugar do temido Guardião, o homem controlando suas ações e as circunstâncias que envolvem seu envolvimento no projeto. Em particular, adota uma perspectiva de primeira pessoa em vez da visão tradicional da câmera do ombro.
  • The Fighting Chance Pack: este DLC é um complemento exclusivo para edições especiais. O Pacote Inclui cinco itens. São eles: Medical Kit, Double Barrel Shotgun, Incendiary Agony Bolt, Poison Agony Bolt e GreenGel 5.000.

CONCLUSÃO

The Evil Within é sem dúvida o jogo mais aterrorizante e desafiador do momento (pelo menos até agora). Ainda que a primorosa obra de Mikami possua elementos que estacionaram no passado, ela é uma daquelas experiências que conseguem manter o jogador grudado na tela durante horas pela sua atmosfera claustrofóbica e pela oportunidade de relembrar a mecânica que consagrou o gênero survival horror. A jornada sobrenatural de Sebastian Castellanos é um verdadeiro presente aos fãs de terror que, desde Resident Evil 4, não sabem mais o significado da palavra tensão. Uma ótima mistura do terror de Resident Evil com o horror de Silent Hill.

 

Por falar em THE EVIL WITHIN, já leu nosso post sobre a versão de XBOX 360? Leia Já:

O TERROR ESTÁ DE VOLTA! THE EVIL WITHIN! (XBOX 360)

 

 

 

Versus Podcast © 2017